Como organizar as compras de Natal

A contagem decrescente para o Natal já começou e certamente está a fazer contas à vida para saber quando e como vai comprar as prendas.

Com um pouco de organização e com as dicas que lhe deixamos, prometemos que este ano a tarefa vai ser mais fácil!

    1. Prepare um orçamento
    Faça uma análise ao histórico daquilo que costuma gastar e das pessoas a quem costuma oferecer prendas nesta altura. Avalie se faz sentido manter os valores e as mesmas pessoas na lista. Quer gastar menos? Não se importa de gastar o mesmo, mas quer selecionar mais as pessoas e dar uma coisa melhor a quem realmente gosta? Tem mais dinheiro para gastar e não se importa até de alargar o leque de pessoas a quem costuma dar prendas?
    Pense, faça uma lista das pessoas e estipule um valor global mas também um valor para cada pessoa. Consoante o que quer gastar e as restantes despesas que tem de gerir, pondere utilizar o Cartão de Crédito. Este pode ser um instrumento útil nesta altura, ajudando a gerir melhor os pagamentos. Sem aumentar os seus encargos, pode usar as facilidades do cartão e pagar na altura do fecho do extrato.

     

    2. Não dê presentes só por dar
    Sabendo que há pessoas a quem quer mesmo dar um presente este Natal, não compre alguma coisa só por comprar. Se não tem a certeza do que a pessoa gostaria de receber, opte por oferecer dinheiro. E não precisa de colocar as notas dentro de um envelope. Pode oferecer um Cartão Pré-Pago que carrega com o valor que quer e que pode ser reutilizado para uma série de outras finalidades.

     

    3. Pense em soluções criativas
    Seja por uma questão de dinheiro ou mesmo para evitar desperdícios e gastos desnecessários, opte por soluções mais criativas. Por exemplo, em vez de cada um dar uma prenda a todas pessoas, porque não fazer o jogo do amigo secreto mesmo entre a família? Há o fator surpresa e, ao dar uma prenda apenas a um adulto, tem mais margem para oferecer algo um pouco melhor e mais personalizado.
    Outra alternativa passa por dar uma prenda que englobe toda a família. Se gostavam muito de fazer uma viagem, porque não canalizar o dinheiro dos presentes para este objetivo? Tudo pode começar com uma Conta Poupança para alcançar um objetivo.

     

    4. Planeie o seu tempo
    A falta de tempo é inimiga de um bom orçamento para as compras de Natal. Deixar tudo para a última não só pode significar menos hipóteses de escolha, mas também entrar na lógica de comprar desesperadamente alguma coisa, mesmo que esta se desvie do orçamento planeado. Tudo porque não pode chegar à noite de Natal de mãos a abanar.

     

    5. Faça você mesmo
    Uma forma de reduzir os gastos e, ao mesmo tempo, criar ofertas personalizadas é pôr mãos à obra e fazer as prendas. Se tem jeito para a cozinha e gosta de fazer doces, pode preparar e oferecer algo feito por si. As bolachas alusivas à época são sempre bem recebidas. Mas se tem mais jeito para trabalhos manuais, há várias alternativas: desde fazer enfeites de Natal personalizados até tricotar um cachecol. Basta usar a imaginação e consultar alguns vídeos.

     

    6. Compare preços
    Sabendo exatamente o que quer oferecer e a quem, comece a analisar quais os melhores sítios para comprar. Há várias ferramentas online que podem ajudar nesta tarefa. Pesquise por sites comparadores de preços, que incluem uma grande variedade de produtos, e que permitem pesquisar por link, loja e produto e saber se está ou não a fazer um bom negócio.

     

    7. Aproveite as promoções
    No telemóvel e até por correio já terá recebido ofertas, descontos ou vales que permitem poupar algum dinheiro nesta altura. Aproveite! Longe vai o tempo em que não havia promoções na época de Natal. As promoções de brinquedos são habituais nesta altura, mas também as lojas de vestuário, calçado e tecnologia fazem muitas campanhas com redução de preços.
    Pode também prolongar as festas e organizar a troca de prendas com alguns familiares e amigos para depois do Natal, assim consegue aproveitar a grande época de saldos que se segue aos grandes dias de festa.

     

    8. Pondere comprar online
    Por uma questão de tempo e paciência - sobretudo quem não gosta das longas esperas e confusões típicas desta altura -, mas também por uma questão de preço, as compras online podem ser uma boa alternativa. Sabendo bem o que se quer comprar, basta investir algum tempo a pesquisar. Atenção que esta alternativa tem de ser equacionada com algum tempo de antecedência. Caso contrário, pode correr o risco de as encomendas não chegarem a tempo do Natal.

     

    Máquina de Prendas
    A Caixa Económica Montepio Geral criou a ‘Máquina de Prendas’ para o ajudar.
    Experimente e fique a saber quais as melhores sugestões para as suas prendas deste Natal.

     

     

    ImprimirTamanho da letraA-A+