Montepio Poupança Complementar Sénior

Uma modalidade mutualista de poupança exclusiva para associados da Associação Mutualista Montepio, sem prazo definido, podendo o Subscritor escolher quando pretende reembolsar o capital.

Poupança para associados Montepio a partir dos 55 anos.

  • Poupança para associados MGAM a partir dos 55 anos, inclusive
  • Valorização atrativa
  • Pode utilizar o valor investido, total ou parcialmente, em qualquer altura sem que exista um prazo definido ou pode optar por converter o capital numa pensão vitalícia

O Montepio Geral - Associação Mutualista (MGAM), detentor do capital institucional da Caixa Económica Montepio Geral (CEMG), adverte que a modalidade mutualista Poupança Complementar não é um depósito bancário, não se encontrando abrangida pelo Fundo de Garantia de Depósitos, nem um seguro ou fundo de investimento ou PPR, e que a sua subscrição aos balcões da CEMG, ou através da utilização de outros canais da mesma, advém apenas da utilização desta entidade como rede de distribuição, sendo ambas as entidades independentes, com natureza e regime jurídicos diferentes, nomeadamente a CEMG é uma instituição de crédito, enquanto o MGAM é uma Associação Mutualista regulada em diploma próprio (Decreto Lei nº 72/90, de 3 de março) e demais legislação aplicável, não sendo uma instituição de crédito, nem uma companhia de seguros ou uma sociedade gestora de fundos de investimento/pensões.

 

Montante de Subscrição

O montante mínimo de constituição é de 100 Euros. O Associado MGAM pode optar por subscrições livres ou programadas e, independentemente do tipo de subscrição, poderá em qualquer altura efetuar entregas adicionais.

Prazo

Flexível. Esta modalidade mutualista não tem prazo definido, podendo o Associado MGAM manter a subscrição ao longo da sua vida ou reembolsar quando quiser.

Valotrização

A subscrição desta modalidade garante o capital entregue pelo Associado MGAM e assegura a sua valorização anual com um rendimento mínimo garantido, capitalizado anualmente, ao qual acresce a parte dos resultados anuais da respetiva modalidade que for atribuída por deliberação da Assembleia Geral.

Recebimento

O Subscritor pode efetuar reembolsos parciais ou o reembolso total em qualquer altura. Salvo situações de exceção, o reembolso de entregas com 5 ou menos anos está sujeito a penalização, deduzida e limitada ao respetivo rendimento acumulado.

Condições de reembolso antecipado

O Subscritor pode, em qualquer altura, solicitar o Reembolso parcial ou o Reembolso total do Capital Acumulado sem prejuízo da aplicação da penalização regulamentar prevista. O montante a reembolsar será posto à disposição do Subscritor até 5 (cinco) dias úteis após a respetiva solicitação, por crédito na conta de depósito à ordem junto da CEMG associada à Subscrição.

Os Reembolsos parciais, em cada Subscrição, não poderão ser efetuados por valor inferior ao valor mínimo de Reembolso em vigor, e serão imputados às Quotas da Modalidade mais antigas, respeitando a seguinte ordem:

- Montantes correspondentes às Quotas da Modalidade entregues há mais de 5 (cinco) anos e respetivos Rendimentos Globais Acumulados até perfazer o montante do Reembolso;

- Montantes correspondentes às Quotas da Modalidade entregues há 5 (cinco) anos ou menos e respetivos Rendimentos Globais Acumulados até perfazer o montante do Reembolso.

O Conselho de Administração do MGAM definirá, até 31 de dezembro de cada ano, para vigorar no ano civil seguinte, o valor mínimo de Reembolso.

No caso de a eventual satisfação do pedido de Reembolso parcial resultar num Capital Acumulado inferior ao valor mínimo do Capital Acumulado, a Subscrição será automaticamente extinta procedendo-se ao Reembolso total.

Por morte do Subscritor, é efetuado o Reembolso total do Capital Acumulado ao(s) Beneficiário(s), por crédito em conta(s) de depósito à ordem por aquele(s) titulada(s).

No caso de a Subscrição se encontrar a garantir algum empréstimo:

- O Reembolso parcial só poderá ser efetuado até ao montante em que o Capital em Dívida no empréstimo garantido pela Subscrição não seja superior a 80% do Capital Reembolsável líquido do reembolso parcial, sob pena de exigência do pagamento da totalidade da dívida e respetivos encargos, se esta condição não for verificada;

- O Reembolso total não pode ser efetuado, sob pena de exigência do pagamento da totalidade da dívida e respetivos encargos.

A informação apresentada reporta-se às Subscrições efetuadas desde 4 de novembro de 2013 e não dispensa a leitura da legislação fiscal em vigor em cada ano, da Ficha Técnica da Modalidade Mutualista, dos Estatutos e do Regulamento de Benefícios (Disposições Gerais, Regulamento da Modalidade Mutualista e Glossário) da Associação Mutualista Montepio, que poderá consultar na área de Downloads, estando igualmente disponíveis em qualquer Balcão do Montepio.

ImprimirTamanho da letraA-A+

Solicite o nosso contacto

 

* Campo de preenchimento obrigatório

**Os dados recolhidos serão processados informaticamente e destinam-se apenas a ser utilizados pela CEMG e Empresas do Grupo. Se necessário poderá ter acesso à informação pessoal, para a corrigir, aditar ou eliminar, mediante contacto com a CEMG.