Montepio Proteção Vida

A Modalidade Mutualista Proteção Vida é de de subscrição exclusiva para associados da Associação Mutualista Montepio e oferece a segurança de que o capital que subscreve irá ser recebido, por sua morte e à data desta, pela pessoa, ou pessoas, que indicou livremente como seus beneficiários.

Garanta a cobertura vitalícia do futuro da sua família.

  • Proteção vitalícia da sua vida em favor dos beneficiários por si nomeados
  • Planeamento das entregas pretendidas, mensais ou única, com total garantia do capital
  • Prevenção e segurança no futuro
  • Subscrição disponível para associados com idade compreendida entre os 13 e os 66 anos
  • Necessária aprovação médica para a subscrição

O Montepio Geral - Associação Mutualista (MGAM) adverte que a modalidade mutualista Proteção Vida não é um depósito bancário, não se encontrando abrangida pelo Fundo de Garantia de Depósitos, nem um seguro ou fundo de investimento ou PPR, e que a sua subscrição aos balcões da Caixa Económica Montepio Geral (CEMG), ou através da utilização de outros canais da mesma, advém apenas da utilização desta entidade como rede de distribuição, sendo ambas as entidades independentes, com natureza e regime jurídicos diferentes, nomeadamente a CEMG é uma instituição de crédito, enquanto o MGAM é uma Associação Mutualista regulada em diploma próprio (Decreto Lei nº 72/90, de 3 de março) e demais legislação aplicável, não sendo uma instituição de crédito, nem uma companhia de seguros ou uma sociedade gestora de fundos de investimento/pensões.

 

Esta modalidade é uma cobertura vitalícia do risco de morte do Associado MGAM e tem um período de carência de um ano a partir do qual é válida até ao fim da sua vida, cessando antes, se:

- O Associado MGAM cancelar a subscrição por desistência, recebendo o respetivo valor do ressarcimento de quotas previsto(1), ou reembolsar a totalidade da reserva matemática para aquisição de uma renda mensal vitalícia a seu favor.

- A Subscrição for compulsivamente extinta, por pagamento em caso de regularização de dívidas do Associado MGAM à Associação, e o valor da reserva matemática, após aquela regularização, não seja suficiente para liberar um capital subscrito de valor ≥ ao valor mínimo para o capital subscrito à data início da Subscrição.

À data da subscrição, deverá

- Identificar o(s) beneficiário(s) por morte;
- Subscrever o capital no valor que pretende que o(s) beneficiário(s) venham a receber por sua morte (capital subscrito), definindo o plano de crescimento daquele capital (constante ou crescente).

- Definir se pretende efetuar as suas contribuições através do pagamento de uma quota mensal (constante ou crescente em função do plano de crescimento escolhido), ou por liberação, entregando, neste caso, em capital o valor atual correspondente às quotas futuras.

Durante a subscrição pode

- Alterar o(s) beneficiário(s) indicado(s);

- No caso da subscrição por quotas mensais, reduzir o valor da sua contribuição e respetivo valor do capital a receber pelo(s) beneficiário(s), ou efetuar uma liberação parcial ou total das quotas futuras;

- Efetuar o reembolso parcial das reservas matemáticas para aquisição de uma renda vitalícia a seu favor;
- Cessar a subscrição por desistência, recebendo o respetivo valor do ressarcimento de quotas previsto(1), ou por reembolso total das reservas matemáticas para constituição de uma renda vitalícia em seu favor.

Por morte do Associado MGAM e à data desta, cessa a subscrição e o(s) beneficiário(s) receberão

- No caso de causa abrangida pela cobertura de risco, o capital subscrito podendo receber um capital superior, em função da eventual distribuição anual de melhorias(2), que, durante a subscrição, vier a ser aprovada em Assembleia Geral de associados MGAM;

- No caso de causa não abrangida pela cobertura de risco, o valor do ressarcimento de quotas previsto(1).

Esta modalidade permite empréstimos sobre as reservas matemáticas, através do benefício de Empréstimos a associados MGAM, disponibilizados pela Associação.

(1) O valor do ressarcimento de Quotas por desistência, extinção compulsiva ou extinção da subscrição por situação não coberta é igual a 90% da reserva matemática do capital subscrito acrescido de 40% da reserva matemática das melhorias atribuídas.

(2) As melhorias são afetas às subscrições (benefícios em formação) e às pensões/rendas (benefícios em curso) proporcionalmente às correspondentes reservas matemáticas, existentes no final de cada ano. A sua eventual distribuição é aprovada anualmente em Assembleia Geral de associados MGAM.

 

A informação apresentada reporta-se às Subscrições efetuadas desde 4 de novembro de 2013 e não dispensa a leitura da legislação fiscal em vigor em cada ano, da Ficha Técnica da Modalidade Mutualista, dos Estatutos e do Regulamento de Benefícios (Disposições Gerais, Regulamento da Modalidade Mutualista e Glossário) da Associação Mutualista Montepio, que poderá consultar na área de Downloads, estando igualmente disponíveis em qualquer Balcão da Caixa Económica Montepio Geral.

ImprimirTamanho da letraA-A+

Solicite o nosso contacto

 

* Campo de preenchimento obrigatório

**Os dados recolhidos serão processados informaticamente e destinam-se apenas a ser utilizados pela CEMG e Empresas do Grupo. Se necessário poderá ter acesso à informação pessoal, para a corrigir, aditar ou eliminar, mediante contacto com a CEMG.